quarta-feira, 22 de setembro de 2010

Bares: Auwe Disco & Pub, Esteio - RS

Inspiração para o post: Vanguart – Registro Multishow.

Aqui estou eu com meu café e meu cigarro, no melhor estilo canceriano sem lar, para seguir com a parte 3 dessa lista de bares que o gremista começou a falar por aqui, mesmo um tanto atrasado (problemas, problemas… i’m sorry gremista). Eu me encarregarei dos bares dos pampas gaúchos (certo gremista? =D) e o gremista com os bares da ilha mais underground do brasil. Sigamos.

logo a'uwe

Antes de tudo, um aviso: O texto a seguir é uma opinião pessoal, eu penso isso e se não gostar, morra por favor. =D

Falar de bares é algo um tanto quanto pessoal. Se tu se sentiu bem no ambiente e teve o minimo de qualidade na festa, vulgo, ficou bebado pra carai e ainda pegou aquela gostosa na festa tu normalmente voltará lá, independente de vários outros fatores, como limpeza e organização, qualidade do pessoal que atende, etc. Mas se a festa não foi boa normalmente tu vai prestar atenção em outros detalhes para pensar em voltar ao local. É algo básico. Para um rockeiro alcoólatra não tão bem de vida como eu duas coisas são importantes em um bar antes de qualquer coisa: bebidas bem preparadas e que possam ser pagadas. É um absurdo tu pedir uma cerveja e pagar R$ 7 por uma garrafa, por favor, estou num bar de rock não num puteiro. Mas esse sou eu, claro.

Eu e meu amigo Cris, num show da Identidade no Auwe Pub Bar

Te mete. Free, mano. Free.

 

O Auwe Disco & Pub fica no meio termo. Ele não é um bar de rock’n roll somente, toca outros estilos e tudo o mais. Mas como eu só vou lá quando toca rock, então wathever. Latas grandes de skol a R$ 4, são caras para um cara que bebe 10 numa noite, mas não é um absurdo e no fim o whisky compensa: Natu Nobilis ou Passaport a R$ 5 a dose (faz um tempo que nao vou lá, entao pode ter mudado até aqui, preços e bebidas). O ambiente é legal, tem uma decoração interessante e bem feita. Uns índios meio chapados e umas artes que provavelmente foram inspiradas numa viagem de um ácido qualquer. Isso é interessante. Ambiente legal, mesmo não sendo um bar inteiramente roqueiro. Ponto para o bar. O atendimento deixa um pouco a desejar. As gurias que atendem são daquelas de dizer: Sua linda maravilhosa, casa comigo. Mas na hora de atender são um tanto frias e é um tanto notável que rock não será a musica que irá no tocar no casamento delas. O lugar não é grande, o que também é um ponto positivo. Como a maioria dos shows de rock independente não lotam a casa, mesmo com pouca gente o lugar te deixa aquela sensação de conforto, como se tivesse cheio. O palco é simples e alto, que deixa uma visão boa para quem quer ver a banda e tira a oportunidade dos mais alcoolizados da festa pular em cima do musico. O espaço fora do bar é um pouco descuidado, mas nada muito grave. Poderia ter uma copa fora do local onde é o show  e uma musica ambiente, já que o som de dentro praticamente não vaza. Mas são pequenas coisas, que não chegam a incomodar a maioria.

Banda Identidade

No geral, o bar agrada bastante em qualquer festa. Todas que fui, me senti como naqueles bares que a gente vai um certo tempo e conhece o dono e as meninas da casa (sem piadas infames aqui) não que seja o meu caso. Eu recomendo, sempre que meu amigo Ricardo Varela organiza os shows por lá. Sim, ele é o cara que cuida da agenda rock. =D

Bar: Auwe Pub Disco (area interna e externa)
Onde: Presidente Vargas Nº 2277 - Centro - Esteio
Para quem for de trensurb é a uma quadra da estação de Esteio. O local fica em frente a uma agencia do banrisul!

Perfil do Orkut

Telefone: 34595437

MSN: awedisco_pub@hotmail.com

Nota: 8

Fotos: Coletivo Tomada Rock

Um comentário:

CIGANA DO ROCK CARLOS H. SILVA disse...

BOA THIAGO, QUE VENHAM MUITOS BUTECOS E PORRES E POST`S, NÃO NESTA ORDEM SRSSSSR